Mundo

Português com amnésia encontrado em São Paulo. Tudo graças a uma foto e a dois amigos

Record TV Europa

Estava sem documentos e não se lembrava do nome, de onde veio nem de como foi para o local.

Um português, cuja identidade agora se conhece, acordou no centro de São Paulo, no Brasil, com amnésia. Depois de uma reportagem sobre o caso num programa de televisão brasileiro, na segunda-feira, foi reconhecido por dois amigos.

Chama-se Pedro Duarte e estava na Praça da Sé, em São Paulo, sem documentos. Não se lembrava do nome, de onde veio nem de como foi para o local. Pediu ajuda às autoridades, que o levaram para o Hospital da Barra Funda, na zona oeste da cidade.

Depois de vários exames, os médicos disseram que estava saudável. Faltava-lhe apenas a memória. Durante o tempo em que esteve sob observação, leu vários livros e falou inglês, espanhol e francês, além de português.

A história tornou-se viral no Brasil. Foram partilhadas informações sobre o caso e uma fotografia do homem nas redes sociais. Foi reconhecido por amigos, depois da reportagem no "Balanço Geral", na Record TV Europa, que estavam a assistir ao programa. Dizem que é português, chama-se Pedro Duarte e que costuma ir a São Paulo para participar em festivais de cinema. O homem, que se sabe agora que tem cerca de 50 anos, não os reconheceu, mas tem a consciência que perdeu a memória.

À Record TV Europa, um dos amigos diz que o português é geólogo e trabalha pelo mundo. "Não tem residência física", contou, acrescentando que costuma viajar muito. Elí ajudou o português em fevereiro, quando foi assaltado. No mês seguinte, como conta o amigo, Pedro disse que ia voltar para Portugal.

O homem foi encaminhado para o Consulado Geral de Portugal em São Paulo para confirmar a identidade e contactar a família. Os amigos dizem que parte dela é de Lisboa.