Mundo

Bilionário britânico Richard Branson anuncia ida ao espaço a 11 de julho

SpaceShipTwo Unity

Virgin Galactic

A bordo da nave da sua empresa Virgin Galactic.

O bilionário Richard Branson pretende ir já em 11 de julho para o espaço a bordo da nave da sua empresa Virgin Galactic, anunciou na quinta-feira a empresa.

A acontecer, Branson vai antecipar-se ao fundador da Amazon, Jeff Bezos, que anunciou que vai para o espaço a 20 de julho a bordo de um foguetão da própria empresa, Blue Origin.

Os dois empresários criaram empresas posicionadas no setor do turismo espacial, com voos suborbitais curtos.

"A janela para o próximo voo de teste da SpaceShipTwo Unity abre-se em 11 de julho, sujeito a verificações meteorológicas e técnicas", indicou a Virgin Galactic, em comunicado.

Richard Branson "vai avaliar a experiência do astronauta privado e passará pela mesma formação, preparação e voo dos futuros astronautas da Virgin Galactic. A companhia vai usar o 'feedback' sobre a formação e experiência de voo para melhorar a viagem para todos os futuros clientes astronautas", acrescentou.

O voo será também transmitido em direto pela primeira vez pela companhia.

Dois pilotos estarão a bordo do avião de transporte, e quatro pessoas, incluindo Richard Branson, na nave chamada Unidade VSS.

"Acredito verdadeiramente que o espaço pertence a todos nós", afirmou o bilionário citado no comunicado.

"Depois de 16 anos de investigação, engenharia e testes, a Virgin Galactic está na vanguarda de uma nova indústria espacial comercial, uma indústria que deve abrir espaço para a humanidade", concluiu.

Depois deste, estão previstos mais dois testes antes do início dos voos comerciais regulares em 2022, indicou a Virgin Galactic.