Mundo

Harvey Weinstein transferido para a Califórnia, onde enfrenta mais 11 acusações de crimes sexuais

Handout .

O produtor norte-americano de cinema Harvey Weinstein foi transferido de Nova Iorque para a Califórnia, onde enfrenta 11 acusações de crimes sexuais, revelaram as autoridades policiais.

Harvey Weinstein, 69 anos, que chegou a ser um dos mais influentes produtores de cinema dos Estados Unidos, estava a cumprir, em Nova Iorque, uma pena de 23 anos de prisão por violação e agressão sexual a duas mulheres, mas foi hoje transferido para Los Angeles, na Califórnia, onde decorre um processo de novas acusações de crimes sexuais.

A extradição foi aprovada em junho passado, com o tribunal a negar o recurso dos advogados para que Weinstein cumprisse a pena numa prisão estadual perto de Buffalo, alegando problemas de saúde, a situação pandémica e questões burocráticas.

Na Califórnia, Harvey Weinstein enfrenta agora 11 acusações de crimes sexuais envolvendo cinco mulheres, decorrentes de supostas agressões em Los Angeles e Beverly Hills, de 2004 a 2013.

Weinstein foi condenado em fevereiro de 2020 a 23 anos de prisão por violar uma produtora televisiva e cinematográfica, em 2006, e uma atriz, em 2013.

Em janeiro deste ano, o produtor foi obrigado a pagar uma compensação de 14 milhões de euros às mulheres que o acusaram dos crimes de abusos sexuais pelos quais foi condenado em 2020.