Mundo

Presidenciais em França: Zemmour aponta arma aos jornalistas e fala em "humor"

Correspondente SIC

Figuras da política francesa criticaram o gesto.

Em França, Eric Zemmour, o polémico comentador de extrema-direita, que deverá ser candidato às eleições presidenciais, provocou mais um momento polémico ao apontar uma arma aos jornalistas. Um gesto que garante ter sido uma brincadeira, mas houve quem não gostasse.

Eric Zemmour visitava uma feira dedicada à segurança interna quando decidiu fazer o gesto, com uma arma de alta precisão. Riu-se e disse tratar-se de uma brincadeira, mas as regras de segurança ditam que uma arma nunca pode ser apontada a ninguém e deve sempre ser manuseada como se estivesse carregada.

A polémica instalou-se, sobretudo depois da ministra da Cidadania se ter mostrado chocada nas redes sociais. Disse que apontar uma arma aos jornalistas não é engraçado, mas horripilante, e que a liberdade de imprensa não deve ser ameaçada.

Depois da ministra, outras figuras da política francesa também vieram criticar o gesto de Zemmour, que acontece alguns dias depois do possível candidato às presidenciais ter dito que se deve diminuir a influência do jornalismo ou da Justiça.

Ex-jornalista e comentador de extrema-direita, Eric Zemmour popularizou-se nos últimos anos por posições contra o Islão e algumas sondagens mostram que é possível passar à segunda volta, caso avance como candidato.

Veja também:

  • Esqueçam o atrás...

    Tenham noção

    O recado de Rodrigo Guedes de Carvalho sobre redundâncias. Tenham noção que dizer ou escrever "há cinco anos atrás", "subir para cima" ou "descer para baixo" é desnecessário.

    SIC Notícias