Mundo

Tempestade rara inunda cidade na Sicília, em Itália

Pelo menos duas pessoas morreram e uma está desaparecida.

Na Sicília, em Itália, chuvas intensas transformaram estradas em verdadeiros rios. Caiu em dois dias o equivalente a um ano de precipitação.

Há registo de pelo menos duas mortes e está desaparecida uma pessoa. Este fenómeno meteorológico chamado Medicane, uma mistura das palavras Mediterrâneo e "hurricane" (furacão em inglês), é considerado raro, mas está a tornar-se cada vez mais frequente.

As autoridades ordenaram o fecho das lojas e pediram às pessoas para não saírem de casa nos próximos dois dias, já que a tempestade, equivalente a um ciclo ciclone tropical, tem estado estacionada no Mediterrâneo central.

Vários barcos humanitários foram ao socorro dos naufrágios de migrantes. Muitos, incluindo crianças, continuam desparecidos depois de sujeitos à tempestade no mar.

Itália recebe o G20 este fim de semana, um dos temas principais é a preparação da cimeira do clima, que começa no domingo, na Escócia.

  • Esqueçam o atrás...

    Tenham noção

    O recado de Rodrigo Guedes de Carvalho sobre redundâncias. Tenham noção que dizer ou escrever "há cinco anos atrás", "subir para cima" ou "descer para baixo" é desnecessário.

    SIC Notícias