Mundo

Dia da Europa: “Tem havido globalmente uma união que seguramente o Kremlin não estava à espera”

09.05.2022 12:48

DR

Os 27 Estados-membros da União Europeia assinalam esta segunda-feira o Dia da Europa.

A alteração de tratados é algo que cria dúvidas em vários países da União Europeia (UE) e Ricardo Costa afirma também ter “sérias dúvidas que consiga haver alguma coisa tangível nos próximos tempos”. Diz-se “pouco crente” em evoluções neste momento, o que não significa que o “dia de hoje [9 de maio] não seja extremamente importante”.

A guerra na Ucrânia mostrou uma “muito maior” união na UE “do que se estava à espera”, mas as fraturas que sempre existiram persistem: “Depois da união que existiu e existe, na questão das sanções as coisas são mais difíceis”. Porém, “tem havido globalmente uma união que seguramente o Kremlin não estava à espera”, considera Ricardo Costa.

A data celebra a Declaração Schuman, considerada como o momento fundador da atual União Europeia. Para assinalar este dia, há vários eventos presenciais e em formato digital.

O primeiro-ministro, António Costa, participa na cerimónia em Estrasburgo, mas não tem prevista qualquer intervenção. No final da conferência sobre o futuro da Europa, os discursos são da presidente da Comissão Europeia, da presidente do Parlamento Europeu e do Presidente Francês, Emmanuel Macron.

Últimas Notícias
Mais Vistos