Mundo

Nova tendência do TikTok: passageiros fingem mobilidade reduzida para escapar às filas de espera

Nova tendência do TikTok: passageiros fingem mobilidade reduzida para escapar às filas de espera
izusek

"É impressionante o que podemos alcançar ao tirarmos uma meia" é o título de um dos vídeos que se tornou viral.

A rede social TikTok está no centro de uma polémica criada pelos próprios utilizadores. A aplicação, que se tornou popular pela partilha de vídeos de dança, também possibilita aos "tiktokers" a publicação de dicas e conselhos. Porém, os conteúdos nem sempre espelham a melhor mensagem.

Como é que os utilizadores desta aplicação estão a fintar as filas de espera nos aeroportos e qual é a importante mensagem do chefe do aeroporto de Heathrow?

Os passageiros mais jovens - isto porque a maior fatia dos utilizadores da aplicação têm entre 16 e 34 anos - alegam problemas que os impedem de andar para evitarem as longas esperas nas filas dos aeroportos. Esta é a dica facultada na plataforma. O próprio aeroporto atribui uma cadeira de rodas a quem a pedir, supostamente sem qualquer tipo de verificação.

CADEIRA DE RODAS CONSIDERADA NA LISTA DAS "DICAS DE VIAGEM"

Andar de cadeira de rodas é considerado "uma regalia" para aqueles que pretendem embarcar no avião e os utilizadores do TikTok mostram que esta forma é a mais eficaz e mais prática para os passageiros. É, aliás, apresentada como "travel hack", isto é, uma dica de viagem.

Estes casos têm vindo a repetir-se, tendo já o chefe do aeroporto de Heathrow lamentado que os passageiros se apropriem de recursos já escassos e pede a todos aqueles que vão embarcar para que "não o façam".

John Holland-Kaye relaciona o súbito aumento de passageiros que afirmam possuir mobilidade reduzida com as "dicas de viagem que as pessoas estão a recomendar" no TikTok.

O responsável indicou ainda que metade dos passageiros que requisitaram assistência só o fizeram no interior do avião, o que reforça as suspeitas de que o serviço solicitado não era realmente necessário.

Os utilizadores da aplicação dispõem de liberdade para publicar qualquer tipo de conteúdo e este, em particular, veio demonstrar uma falha em alguns aeroportos.

É impraticável verificar caso a caso e o chefe do aeroporto de Heathrow pede a todas as pessoas que verdadeiramente necessitam do serviço, que o comuniquem antecipadamente.

"IMPRESSIONANTE O QUE PODEMOS ALCANÇAR AO TIRAR UMA MEIA"

De acordo com o Daily Mail, a inspiração parece surgir de um vídeo em particular, publicado em junho. Ao utilizador é recomendado que "tire uma meia" e "finja estar magoado para passar mais depressa pela segurança e entrar no avião".

No vídeo, o jovem Wolf Jenkins relata que a dica é bem-sucedida e a mentira até lhe garantiu bancos mais espaçosos no avião.

O jornal britânico ainda enumera outros casos, inclusive o de uma hospedeira de bordo com mais de 3 milhões de seguidores no TikTok.

A jovem publicou recentemente um vídeo em que aconselha as pessoas a fingirem uma lesão para que tenham acesso a uma cadeira de rodas.

Eis como se evita as filas de espera em todos os espaços do aeroporto (...) Aconteça o que acontecer, não te pode ser negada uma cadeira de rodas se pedires.

As pessoas que verdadeiramente têm mobilidade reduzida e que precisam de cadeiras de rodas têm reagido a estes casos. Uma internauta afirma que o pai tem uma doença terminal e "não conseguiu arranjar uma cadeira de rodas no aeroporto, precisamente porque as pessoas fazem isto".

Estas dicas ganharam tendência este ano, já que verão está a ser marcado por constrangimentos nos aeroportos, com atrasos, cancelamentos de voos e longas filas de espera.

Últimas Notícias
Mais Vistos