Mundo

UNITA pede ao Tribunal Constitucional que anule as eleições gerais de Angola

Loading...
O partido de oposição angolano alega várias ilegalidades no processo eleitoral.

Em Angola, o principal partido da oposição pediu esta quinta-feira junto do Tribunal Constitucional a anulação das eleições gerais de 24 de agosto. A UNITA fala em "várias ilegalidades" e não aceita os resultados que deram a vitória ao MPLA.

Passou mais de uma semana desde as eleições gerais de 24 agosto. Mas o braço de ferro lançado pela UNITA parece estar apenas no início. Nas ultimas horas, o descontentamento do principal partido da oposição chegou à justiça.

A UNITA apresentou ao Tribunal Constitucional um pedido de anulação das eleições, alegando várias ilegalidades no processo. A UNITA fala em violação da lei eleitoral, exige que a Comissão Nacional de eleições compare as atas das assembleias de votos com as atas dos partidos.

A UNITA garante que há uma diferença gritante entre a contagem que levou a cabo e as contas oficiais que deram a vitoria, com maioria absoluta, ao MPLA.

Últimas Notícias
Mais Vistos