Mundo

Polícia reitera que esfaqueamento de polícias em Londres não é terrorismo

Polícia reitera que esfaqueamento de polícias em Londres não é terrorismo
TOM NICHOLSON / Reuters
O suspeito com cerca de 20 anos foi detido.

A polícia de Londres insistiu hoje que o ataque em que dois agentes foram esfaqueados esta manhã na capital britânica não está relacionada com terrorismo, apesar de ainda estar a averiguar as circunstâncias.

De acordo com a Polícia Metropolitana, está em curso uma investigação ao incidente registado pelas 06:00 perto de Leicester Square, no centro da cidade, quando os agentes em patrulha foram informados da existência de um homem na posse de uma faca.

Foi quando a detenção, durante a qual foi usada uma arma de choque (taser), que os agentes, um homem e uma mulher, foram esfaqueados.

Loading...

A polícia vincou que os ferimentos não são fatais, mas o jornal Daily Mail adiantou que a agente mulher foi ferida com mais gravidade e que poderá ter sequelas permanentes.

O suspeito, que terá cerca de 20 anos e foi detido por suspeita de danos corporais graves e agressão a um trabalhador dos serviços de emergência, já recebeu alta do hospital e encontra-se sob custódia policial.

"Embora as investigações sobre as circunstâncias estejam em curso, nesta fase inicial não se pensa que o incidente esteja relacionado com o terror”, vinca a polícia num comunicado.

Os agentes, precisou, "estavam a desempenhar funções de rotina e não faziam parte da operação policial mais alargada” de segurança na cidade em redor das cerimónias fúnebres da rainha Isabel II.

Isabel II morreu a 08 de setembro aos 96 anos no Castelo de Balmoral, na Escócia, após mais de 70 anos no trono, o mais longo reinado da história do Reino Unido, e o corpo encontra-se em câmara ardente no edifício do parlamento britânico, em Londres, até segunda-feira.

Um funeral de Estado com a presença de dezenas de chefes de Estado e de governo internacionais terá lugar na segunda-feira na Abadia de Westminster, em Londres.

A urna com o corpo da Rainha será finalmente depositada, durante um evento privado para reservado à família, num jazigo no Castelo de Windsor onde se encontram os restos mortais dos pais e da irmã, e para onde será transferido o caixão do marido, príncipe Filipe, que morreu aos 99 anos em 2021.

Loading...
Últimas Notícias
Mais Vistos