Mundo

Furacão Ian a caminho da Florida: o que esperar?

Furacão Ian a chegar à Florida
Furacão Ian a chegar à Florida
Gerardo Mora

A velocidade do vento já atingiu máximos de 250 quilómetros por hora.

O furacão Ian está a caminho da Florida, nos Estados Unidos, com ventos a chegar aos 250 quilómetros por hora. As previsões do Centro norte-americano de Furacões apontam que a tempestade deverá atingir a costa pelas 20:00 (hora local, 01:00 em Lisboa).

Atualmente classificado com categoria 4 na escala Saffir-Simpson, o furacão Ian está no limite de subir à categoria 5 – a mais elevada da escala. Foi emitido um alerta de furacão para a região central da Florida. Mais de 7.000 guardas nacionais foram colocados em alerta, dos quais perto de 2.000 foram recrutados em estados vizinhos.

As previsões avançam que o Ian atinja a costa oeste da Florida com ventos de furacão, sendo o resto do estado atingido por uma tempestade tropical. Estas condições meteorológicas devem prolongar-se até ao final da semana, com o furacão a deslocar-se lentamente.

O Centro norte-americano de Furacões (NHC, na sigla inglesa) alerta para a ocorrência de “inundações de 12 a 18 pés (de 3,66 a 5,49 metros) a cima do nível do solo”, sendo esperadas também “ondas destrutivas” na costa sudoeste da Florida.

A organização governamental aconselha os residentes de Englewood a Bonita Beach, incluindo Charlotte Harbor, a “seguir urgentemente qualquer ordem de evacuação em curso”. Mais de dois milhões de pessoas receberam esta quarta-feira ordens para sair de casa.

Fortes chuvas irão manter-se na região até ao fim de semana, podendo causar “inundações catastróficas e que colocam a vida [dos habitantes] em risco” nas zonas central, norte e sul da Florida, podendo chegar ao sudeste da Geórgia e à costa da Carolina do Sul.

JIM WATSON

Mesmo antes de chegar à costa da Florida, o Ian está já a provocar estragos: mais de 200 mil pessoas na zona sudoeste ficaram sem energia depois da tempestade ter atingido uma central elétrica. A agitação marítima também já antevê a chegada do furacão.

O estado da Florida é o mais afetado por furacões. Entre 1851 e 2020, a península foi atingida por 120 furacões, dos quais 37 de categoria 3 ou superior. O Ian é o primeiro furacão significativo a atingir a península desde 2018, quando Michael (categoria 5) fez estragos. Desde 2000, foram registados mais dois com categoria 4: Charley em 2004 e Irma em 2017.

O furacão Ian está a seguir um percurso semelhante ao Charley, que provocou estragos consideráveis em várias zonas da Florida. Ambos se formados a norte da América do Sul e atingiram categoria 4. No entanto, por ser consideravelmente maior e mais lento, os especialistas acreditam que o Ian irá ser ainda mais devastador do que Charley.

Últimas Notícias
Mais Vistos