Mundo

Pelo menos 30 mortos em tiroteio numa creche na Tailândia

Pelo menos 30 mortos em tiroteio numa creche na Tailândia
Sakdipat Boonsom

Há pelo menos 23 crianças entre as vítimas mortais. O suspeito é um ex-polícia. Homem terá também matado a mulher e a filha antes de se suicidar.

Pelo menos 34 pessoas morreram, entre as quais 23 crianças, num tiroteio ocorrido esta quinta-feira numa creche na província de Nong Bua Lam Phuno, no nordeste da Tailândia, revelou fonte policial.

A imagem do alegado autor do tiroteio, que teria em sua posse uma arma de fogo e uma faca, está a ser partilhada por vários órgãos de comunicação locais nas redes sociais.

O ex-polícia de 34 anos disparou sobre crianças por volta da hora de almoço. Posteriormente terá fugido para casa e matado a mulher e o filho e depois ter-se-á suicidado, relata a agência Associated Press.

Um porta-voz de um gabinete regional de assuntos públicos tailandeses confirmou a morte de pelo menos 23 crianças, dois professores e um agente da polícia.

As crianças mais novas que estão entre as vítimas mortais tinham apenas dois anos.

O homem atingido ainda uma professora grávida de oito meses.

As autoridades indicam que o autor do tiroteio estava a ser julgado em tribunal por posse de drogas.

O autor do tiroteio na creche tailandesa tinha sido dispensado do serviço no ano passado por alegada posse de droga.

O primeiro-ministro Prayuth Chan-o-cha enviou as condolências às famílias das vítimas.

Os tiroteios em massa são considerados raros na Tailândia, embora a taxa de posse de armas seja elevada em comparação com os outros países vizinhos.

Últimas Notícias
Mais Vistos