Mundo

Detido suspeito no homicídio de portuguesa em França

Bandeira do Luxemburgo.
Bandeira do Luxemburgo.
Patrycia Schweiß / EyeEm

O suspeito de nacionalidade marroquina ficou em prisão preventiva.

A Polícia Judiciária do Luxemburgo deteve, na quinta-feira, um homem suspeito de estar envolvido no homicídio de Diana Santos, uma mulher portuguesa, de 40 anos, encontrada desmembrada em Mont-Saint-Martin, França, avança o jornal luxemburguês O Contacto.

Este homem, de 48 anos e de nacionalidade marroquina, segundo o jornal, é Said Banhakeia, tio da pessoa com quem Diana vivia em Diekirch, no Luxemburgo. Foi presente ao juiz de instrução esta sexta-feira e ficou em prisão preventiva no Estabelecimento Prisional de Schraissig.

Considerado o principal suspeito do crime, apurou O Contacto, Said Banhakeia é acusado de homicídio "com premeditação" e, em segundo lugar, de homicídio involuntário.

Diana Santos, natural da zona do Porto, foi encontrada decapitada e desmembrada por um adolescente a 19 de setembro, atrás de um edifício abandonado. Vivia há cerca de cinco anos no Luxemburgo, mas o corpo foi encontrado em Mont-Saint-Martin, França.

Foram duas tatuagens que permitiram a identificação da vítima, que foi depois confirmada por análise de ADN. O caso está a ser investigado pelas autoridades francesas e luxemburguesas.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros português já informou que os consulados gerais de Estrasburgo e do Luxemburgo estão a acompanhar "com especial atenção" os desenvolvimentos deste caso.

Últimas Notícias
Mais Vistos