Mundo

Perseguição a uigures na China: ativista procura irmã desaparecida há quatro anos

Loading...

A minoria étnica muçulmana denuncia abusos.

Uma ativista radicada nos EUA está há quatro anos sem notícias da irmã que diz ter sido raptada pelo regime chinês. O caso deu origem a um documentário polémico que acaba de ser divulgado em Lisboa.

Rushan Abbas já percorreu o mundo em busca da irmã que desapareceu em setembro de 2018.

A ativista acredita que a irmã mais velha foi levada de cada no oeste da China e enviada para campos de concentração, onde diz estar em curso um genocídio.

Últimas Notícias
Mais Vistos