Mundo

Britânicos em alerta: abastecimento de luz e gás pode ser cortado no inverno

Britânicos em alerta: abastecimento de luz e gás pode ser cortado no inverno
Matt Dunham

Cortes podem vir a acontecer entre as 16:00 e as 19:00 de dias da semana.

A maior distribuidora de energia do Reino Unido alerta os britânicos para possíveis cortes no abastecimento de luz e gás, em janeiro e fevereiro, se as importações ao estrangeiro forem reduzidas.

O alerta é feito pelo diretor-executivo da National Grid, que avisa ainda que os cortes podem vir a acontecer entre as 16:00 e as 19:00, durante os dias de semana.

Citado pela Sky News, John Pettigrew defende que os "blackouts" teriam de ser impostos durante "as noites mais escuras", em janeiro e fevereiro, caso os geradores de eletricidade não recebessem gás suficiente para responder à procura.

A energética National Grid pede ainda às famílias que, sempre que possível, reduzam o consumo de energia no dia-a-dia.

O Reino Unido obtém 40% da eletricidade a partir de centrais elétricas a gás, enquanto a esmagadora maioria das casas depende do gás para aquecimento.

No início do mês de outubro, a National Grid colocou o país em alerta para o aumento da possibilidade de cortes de gás no inverno, em algumas áreas.

Devido à guerra na Ucrânia e às sanções contra as importações de gás russo, muitos países europeus estão a enfrentar escassez. Uma grande parte da eletricidade é gerada a partir do gás, o que coloca pressão sobre o abastecimento nacional de eletricidade à medida que a procura aumenta fase ao frio.

Apesar do Reino Unido não importar gás russo, importa eletricidade e gás de países europeus que dependem da Rússia.

Últimas Notícias
Mais Vistos