Mundo

Multidão "esmagada" durante festejos de Halloween na Coreia do Sul

Multidão "esmagada" durante festejos de Halloween na Coreia do Sul
JUNG YEON-JE

Alertamos que as imagens podem chocar os espectadores mais sensíveis.

Pelo menos 146 pessoas morreram e outras 150 ficaram feridas depois de uma multidão ter ficado encurralada e ter sido “esmagada” numa rua estreita em Seul, na Coreia do Sul, durante as festividades de Halloween.

O novo balanço das autoridades sul-coreanas dá conta de centenas de mortos, mas o número poderá continuar a aumentar. Fonte dos serviços de emergência citada pela Associated Press indicou que várias pessoas sofreram paragens cardiorrespiratórias e nas redes sociais surgiram vários vídeos de pessoas a serem reanimadas no local.

Loading...

O incidente aconteceu depois de uma multidão se ter acumulado numa rua estreita durante as celebrações de Halloween em Itaewon, na capital Seul. Os meios de comunicação locais dizem que cerca de 100.000 pessoas afluíram às ruas de Itaewon para as festividades de Halloween, as maiores desde o início da pandemia de covid-19.

O Presidente sul-coreano Yoon Suk Yeol emitiu um comunicado a pedir que as autoridades garantam um tratamento rápido para os feridos e verifiquem as condições de segurança nas festas de Halloween. Instruiu ainda o Ministério da Saúde a enviar rapidamente equipas de assistência médica a desastres para o local e para os hospitais da região.

Marcelo envia mensagem de condolências

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, enviou ao chefe de Estado sul-coreano, Yoon Suk Yeol, uma mensagem de condolências e solidariedade pela tragédia ocorrida nos festejos do Halloween em Seul.

"Ao tomar conhecimento da terrível tragédia ocorrida em Seul, o Presidente da República apresentou as suas sentidas condolências e uma palavra de reconforto e solidariedade às famílias das vítimas, em mensagem enviada ao Presidente da Coreia", lê-se numa nota publicada na página oficial da Presidência da República.

[Última atualização às 23:17 de 29/10/2022]

Últimas Notícias
Mais Vistos