Mundo

Solução para acabar com os microplásticos no mar poderá estar no seu frigorífico

Solução para acabar com os microplásticos no mar poderá estar no seu frigorífico
Canva

Um produto à base de proteínas mostrou-se altamente eficaz na eliminação de microplásticos e de sal na água do oceano.

Um artigo publicado na revista científica Materials Today avança que a clara do ovo tem a capacidade de eliminar microplásticos da água do mar e retirar o sal. A descoberta foi feita por uma equipa de investigadores da Universidade norte-americana de Princeton e pode ser um primeiro passo para diminuir a poluição nos mares.

As claras de ovo foram congeladas a seco e depois aquecidas a 900ºC em vácuo, ou seja, sem contacto com o oxigénio. Uma vez que esta parte do ovo contém aproximadamente 90% de proteínas e água, após o processo surgiram umas estruturas de filamentos de carbono interconectados e grafeno.

Este preparado foi colocado em água do mar, tendo demonstrado uma eficiência de 98% na remoção de microplásticos presentes na água e de 99% de sal. Este processo poderá vir a ser uma forma mais barata de purificar água.

“As claras dos ovos até funcionam se forem fritas ou cozidas primeiro, ou batidas”, explica Sehmus Ozden, autor principal do artigo, cintado pela Universidade de Princeton.

Nos primeiros testes, os investigadores utilizaram ovos comprados. No entanto, acreditam que será possível alcançar os mesmos resultados através de proteínas semelhantes, não causando impacto na cadeia alimentar ou gastos excessivos.

“O carvão ativado é um dos materiais mais baratos usados para purificar a água. Nós comparámos os nossos resultados com o carvão ativado, e é muito melhor”, acrescenta Sehmus Ozden. A utilização das claras permitiu filtrar a água usando apenas a gravidade e sem gastar água.

O artigo, publicado em agosto de 2022, poderá ser um primeiro passo para desenvolver uma forma de dessalinizar as águas e retirar os poluentes. No entanto, antes de começarem a produção em massa do aerogel, são precisos mais estudos para perceber se existem complicações associadas à utilização deste produto.

Últimas Notícias
Mais Vistos