Mundo

Vários mortos em explosão numa escola no Afeganistão

Vários mortos em explosão numa escola no Afeganistão

Explosão terá ocorrido durante a tradicional oração pouco depois das 12:00 locais.

Uma explosão numa escola corânica no nordeste do Afeganistão provocou esta quarta-feira pelo menos 15 mortos e 24 feridos, embora o número de vítimas possa ainda aumentar, indicou hoje um porta-voz do Ministério do Interior afegão.

O número de vítimas do aparente atentado, segundo a agência noticiosa France-Presse (AFP), é de 16 mortes e 24 feridos, enquanto a espanhola EFE aponta para 15 mortes e 28 feridos e a norte-americana Associated Press (AP) dá conta de 10 mortes, sem adiantar o total de feridos.

O porta-voz do Ministério do Interior afegão, Abdul Nafi Takor, adiantou que a explosão ocorreu durante a tradicional oração pouco depois das 12:00 locais (08:00 em Lisboa) numa escola corânica em Aybak, capital da província de Samangan (norte). Takor avançou ainda que a maioria das vítimas são estudantes, embora a explosão também tenha provocado a morte de outros civis.

Citado pela EFE, o diretor dos serviços de Informação de Samangan, Abdullah Muhajir, frisou que o número de vítimas é ainda provisório e que pode vir a aumentar.

Até ao momento, ninguém reivindicou a responsabilidade da explosão que ao que tudo indica, terá sido um atentado terrorista.

As autoridades locais, porém, lembraram à AP que a afiliada afegã do grupo 'jihadista' Estado Islâmico (EI) tem vindo a travar uma campanha de violência, que aumentou desde que o regime talibã assumiu o poder, em agosto de 2021.

O EI tem efetuado bombardeamentos que visam em particular a minoria muçulmana xiita do Afeganistão, mas também já alvejou mesquitas e madraças sunitas, sobretudo as associadas aos talibãs. Quer o EI quer os talibãs defendem uma ideologia religiosa de "linha dura", representando tendências rivais.

Últimas Notícias
Mais Vistos