Mundo

Estónia compra sistemas lançadores de foguetes HIMARS dos EUA

Estónia compra sistemas lançadores de foguetes HIMARS dos EUA
Aaron Favila

Os países vizinhos da Rússia têm aumentado os gastos com a defesa.

A Estónia assinou um contrato para a compra de sistemas de lançamento de foguetes HIMARS dos EUA por 200 milhões de dólares (189 milhões de euros), anunciou este sábado o Centro Estoniano de Investimentos em Defesa (ECDI).

O executivo-chefe da ECDI, Magnus-Valdemar Saar, chegou a um acordo na sexta-feira com a Defense Security Cooperation Agency (DSCA), uma agência do Departamento de Defesa dos EUA, para aumentar a "capacidade de fogo indireto" [ou seja, em alvos não visíveis para o operador da bateria] das forças estonianas, de acordo com um comunicado.

Este tipo de lançador de foguetes foi oferecido pelos Estados Unidos à Ucrânia, reforçando efetivamente a sua capacidade de disparo diante da invasão russa lançada em 24 de fevereiro.

Desde então, a Estónia, vizinha da Rússia, aumentou os seus gastos com defesa, assim como seus vizinhos bálticos Lituânia e Letónia, bem como a Polónia.

Esta é a maior compra de armas da história da Estónia. Sob este contrato, a parte estoniana fornecerá munição, bem como soluções de comunicação, treino, logística e ciclo de vida, disse Ramil Lipp, chefe do departamento de armamento do ECDI.

Os rockets encomendados por Talin - cujo número exato não foi especificado - são de vários tipos, com alcance variando de 70 a 300 quilómetros, que serão entregues a partir de 2024.

Em novembro, a Lituânia anunciou a sua intenção de comprar oito HIMARS por 495 milhões de dólares (469 milhões de euros).

Últimas Notícias
Mais Vistos