Mundo

Três astronautas chineses retornam à Terra após missão de seis meses

Três astronautas chineses retornam à Terra após missão de seis meses
Ng Han Guan

Os astronautas faziam parte da missão Shenzhou-14, lançada em junho.

Três astronautas chineses pousaram hoje num deserto no norte da China, depois de seis meses a trabalhar para a conclusão da construção da estação espacial Tiangong, um símbolo do ambicioso programa espacial do país, anunciou a televisão estatal chinesa.

A cápsula que transportava o comandante Chen Dong e os astronautas Liu Yang e Cai Xuzhe aterrou no deserto de Gobi, no norte da China, aproximadamente às 20:10, horário local (12:10 em Lisboa), de acordo com a televisão estatal da China.

Os três astronautas faziam parte da missão Shenzhou-14, lançada em junho.

A estação espacial Tiangong faz parte dos planos oficiais do Governo da China para uma presença humana permanente na órbita da Terra.

Em 2023, a China vai tornar-se o terceiro Governo a enviar um astronauta para a órbita da Terra por conta própria, depois da antiga União Soviética e dos Estados Unidos.

O Governo chinês já conseguiu aterrar robôs sondas no lado escuro da Lua e em Marte. Em 2020, uma sonda retornou com rochas lunares à Terra pela primeira vez desde a década de 1970.

Uma tripulação de três astronautas chinesas partiu na terça-feira para a fase de construção final da Tiangong. O terceiro e último módulo conectou-se à estação este mês.

Últimas Notícias
Mais Vistos