Mundo

Comissão Europeia quer que crianças adotadas por casais do mesmo género sejam reconhecidas na UE

Comissão Europeia quer que crianças adotadas por casais do mesmo género sejam reconhecidas na UE

Há na União Europeia dois milhões de crianças que podem ver a sua relação parental negada em outro Estado-membro.

A Comissão Europeia (CE) propôs esta quarta-feira a harmonização na União Europeia (UE) das regras de parentalidade do direito internacional privado, incluindo o reconhecimento de crianças com pais do mesmo género sexual.

Segundo dados da CE, há na UE dois milhões de crianças que podem ver a sua relação parental negada em outro Estado-membro e cujos direitos o executivo comunitário quer proteger.

A proposta, segundo um comunicado da comiss