Mundo

Sismo de magnitude 6,5 atinge costa do Equador

(Arquivo)
(Arquivo)

Primeiro abalo foi seguido por outro, de magnitude 4,8, de acordo com o Instituto Geofísico da Escola Politécnica Nacional do Equador.

Um sismo de magnitude 6,5 na escala de Richter atingiu este sábado a província de Guayas, na zona costeira do Equador, sem que até ao momento tenham sido registadas baixas ou danos materiais.

Segundo o Instituto Geofísico da Escola Politécnica Nacional do Equador, o sismo ocorreu às 12:11 horas locais (17:12 GMT) a 2,78 graus de latitude sul e 79,93 graus de longitude oeste.

O primeiro abalo foi seguido por outro, de magnitude 4,8, de acordo com o instituto.

A Secretaria de Gestão de Riscos referiu que foram detetados danos no centro da cidade andina de Cuenca, onde a fachada de uma casa desabou sobre um veículo, e uma pessoa foi dada como morta.

O terramoto foi fortemente sentido, inclusive na capital equatoriana, Quito, na região andina do país.O Instituto Geofísico recebeu relatórios da população que sentiu o terramoto na província de El Oro, na fronteira com o Peru, e também na província de Loja, bem como na província costeira de Manabí e na província amazónica de Zanora Chinchipe.

O Instituto Oceanográfico da Marinha (Inocar) disse que o terramoto não reunia as condições para causar um tsunami.

O terramoto foi também sentido no Peru onde atingiu uma magnitude de 7, segundo o relatório do Instituto Geofísico Peruano (IGP), que acrescentou que dez minutos depois houve outro movimento telúrico de magnitude 4,1 na mesma área.

O Peru e o Equador estão localizados na área conhecida como o Anel de Fogo do Pacífico, onde aproximadamente 85% da actividade sísmica mundial tem lugar.