Olhares pelo Mundo

"Fez-me lembrar o Titanic", chuvas fortes inundaram Seul em poucos minutos 

Loading...
Os níveis de precipitação registados na capital sul-coreana são já considerados os mais elevados em 80 anos. Veja o vídeo.

Chuvas torrenciais atingiram várias regiões da Coreia do Sul, em especial a capital. Estradas e estações de metropolitano ficaram totalmente inundadas em poucos minutos. Seul, a cidade portuária de Inchon e a província de Gyeonggi, registaram precipitação de mais de 100 milímetros durante várias horas consecutivas durante a madrugada e manhã desta terça-feira, avançou a agência noticiosa Yonhap.

Quase 800 edifícios ficaram danificadas e pelo menos 790 pessoas foram retiradas de casa. Há notícias de vítimas mortais e desaparecidos.

Um último balanço dá conta de nove mortos e seis desaparecidos em Seul, mas a contabilização de vítimas deverá aumentar. Outras zonas nos arredores da capital sul-coreana e no norte do país também foram afetadas.

"Nem queria acreditar que estava preso num edifício com mais 40 pessoas, no bairro de Gangnam, devido às inundações. Fez-me lembrar o Titanic. Tive muito medo. Os meus filhos que ainda são pequenos estavam à espera em casa, que fica apenas a 10 minutos, mas era impossível lá chegar... era inacreditável. Acho que pela primeira vez senti o impacto das alterações climáticas", relatou à agência Reuters Lim Na-Kyung, de 31 anos, residente no conhecido bairro de Seul.

Outra testemunha dá conta do impacto das chuvas fortes: "A água subiu até aos meus joelhos. Uma carrinha ficou submersa. A água na estrada começou a subir rapidamente. Eu não conseguia regressar a casa, caminhei até ao edifício mais próximo que também já estava inundado, subi até ao quarto andar aí fiquei toda a noite".

As previsões meteorológicas apontam para a continuação das chuvas nas próximas horas.

As chuvas terão atingido também a Coreia do Norte, teme-se o impacto das inundações no rio Taedong, que passa pela capital, Pyongyang.

Últimas Notícias
Mais Vistos