Opinião

"Progressões dos professores são três vezes mais rápidas que o resto da função pública"

"Progressões dos professores são três vezes mais rápidas que o resto da função pública"

Os sindicatos dos professores acusam o Governo de intransigência e admitem mais dias de greve. Miguel Sousa Tavares considera que "há um recurso sistemático às greves aos exames" e refere que "as progressões dos professores são três vezes mais rápidas que o resto da função pública".