País

Os excessos dos portugueses à mesa

Os excessos dos portugueses à mesa

3,5 milhões comem carne a mais. Também se está a ingerir açúcar e sal em excesso. Mais de metade são obesos ou têm pré-obesidade. São surpreendentes os resultados de um estudo sobre os hábitos alimentares dos portugueses. 

O Inquérito Nacional de Alimentação e Atividade Física não se fazia há 35 anos e há novos hábitos preocupantes, que aumentam o risco de cancro e doenças crónicas.

Há excessos e défices e 21% dos alimentos que os portugueses consomem nem aparecem na roda dos alimentos ou nem sequer fazem falta ao corpo, como os cereais ao pequeno-almoço, doces, bolachas açucaradas, snacks salgados ou pizzas e refrigerantes.

Por outro lado, os portugueses abusam no consumo de lacticínios e, em média, comem também, três vezes mais carne, ovos e peixe do que deviam. O défice é notório nas leguminosas, cereais, tubérculos, produtos hortícolas, e fruta, aponta Carla Lopes, coordenadora do Inquérito Nacional de Alimentação e Atividade Física.

O estudo revela ainda que apenas 27% dos portugueses são ativos, ou seja, fazem exercício diário. Uma mão cheia de hábitos errados que dá que pensar.