País

Marinha envia 58 fuzileiros para Nisa para apoiar a população

A Marinha enviou esta madrugada para Nisa, concelho de Portalegre, 58 Fuzileiros e 14 viaturas para prestarem apoio à população atingida pelos incêndios e aos militares no terreno, foi este sábado anunciado.

Os fuzileiros, pertencentes à Força de Reação Imediata, têm como "missão principal prestar apoio à população de Nisa, realizando ações de patrulha para a consolidação da extinção e vigilância ativa pós-rescaldo, em estreita colaboração com as corporações de bombeiros e meios da Proteção Civil no local", adianta a Marinha em comunicado.

Da parte da tarde juntar-se-ão mais militares da Marinha para apoio de serviços, nomeadamente uma cozinha de campanha e um posto avançado de saúde com uma equipa medica, para garantir a sustentação logística e o apoio médico dos militares no terreno.

No total, serão 70 militares da Marinha envolvidos nestas ações de apoio à Proteção Civil em Nisa.

Segundo a Marinha, esta ajuda surge no seguimento do apoio solicitado pela Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC) às Forças Armadas.

O incêndio no concelho de Nisa, que deflagrou na terça-feira, estava às 12:00 de hoje em fase de resolução, tendo no terreno 140 operacionais, apoiados por 39 veículos.

À mesma hora registavam-se 186 incêndios que estavam a ser combatidos por 1.825 operacionais, apoiados por 621 meios terrestres e nove meios aéreos, de acordo com a página da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

Do total dos 186 incêndios, 138 estavam em curso, sete em resolução e 41 em conclusão, adianta a ANPC.

Lusa

  • Incêndio de Nisa em fase de rescaldo
    1:45

    País

    O incêndio de Nisa foi dado como dominado esta sexta-feira. Ainda assim os bombeiros continuam no terreno para evitar reacendimentos. Alguns habitantes da região dizem que o grande incêndio de 2003 forneceu-lhes ensinamentos preciosos para enfrentarem o fogo desta semana. 

  • Governo pondera alargar uso de máscaras. Mais de 1.200 mortes nos EUA em 24 horas

    Coronavírus

    O Governo pondera o alargamento do uso de máscaras. A ideia foi avançada pela ministra da Saúde, Marta Temido. Os Estados Unidos registaram nas últimas 24 horas mais de 1.200 mortes causadas pela Covid-19. O país regista mais de nove mil óbitos e cerca de 337 mil infetados. Em Portugal, o último balanço da DGS dá conta de 11.278 casos e 295 mortos. Siga aqui ao minuto as últimas informações sobre a pandemia.

    Direto

    SIC Notícias