País

Mais de 30 concelhos de sete distritos em risco máximo de incêndio

© Alkis Konstantinidis / Reuters

Mais de trinta concelhos de sete distritos de Portugal continental estão, hoje, em risco máximo de incêndio, de acordo com informação do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Segundo o IPMA, em risco máximo de incêndio estão mais de 30 concelhos de Faro, Portalegre, Castelo Branco, Guarda, Bragança, Leiria e Santarém.

O IPMA colocou ainda vários concelhos dos 18 distritos de Portugal continental em risco elevado e muito elevado.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre o reduzido e o máximo.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 em cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Às 06:00, a Autoridade Nacional de Proteção Civil dava conta de sete incêndios, nenhum de grandes dimensões, um estava em curso no concelho de Celorico da Beira, distrito de Braga, dois em resolução e quatro em fase de conclusão.

Em fase de resolução estava, às 06:00, o incêndio em Castelo de Paiva, no distrito de Aveiro, que começou às 16:57 de quinta-feira, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

No local encontravam-se 321 operacionais, com o apoio de 93 meios terrestres.

Lusa

  • O tempo para hoje
    0:42

    País

    Para esta 6ª feira, 4 de agosto de 2017 o IPMA prevê períodos de muita nebulosidade no litoral N e C até meio da manhã; vento forte no litoral oeste a sul do cabo Carvoeiro.