País

Vem aí o frio, Direção-Geral da Saúde apela à vacinação contra a gripe

Vem aí o frio, Direção-Geral da Saúde apela à vacinação contra a gripe

Há dois milhões de vacinas contra a gripe disponíveis em Portugal e as autoridades aconselham a população a vacinar-se até ao final do inverno, para evitar as consequências da doença. É a principal recomendação da Direção-Geral de Saúde agora que entramos no período de mais frio.

O Serviço Nacional de Saúde administrou mais de um milhão de vacinas contra a gripe desde outubro, o que representa mais 19% de vacinações do que no ano passado.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) diz que este crescimento se deve, sobretudo, ao facto de os diabéticos e os bombeiros, por exemplo, terem passado a poder usufruir da vacinação grátis.

O Estado português comprou 1,4 milhões de vacinas contra a gripe, para este anos e as farmácias têm mais 600 mil doses. As autoridades relembram que esta é a melhor maneira de prevenir a doença.

Sendo um vírus sazonal que se manifesta, sobretudo, quando está mais frio, a verdade é que não há qualquer possibilidade de prever quando, exactamente, a gripe atingirá o pico mais alto nem a estirpe do virus que será dominante.

A DGS garante que os serviços nacionais, centros de saúde e hospitais estão preparados para responder às necessidades, mas que a população deve ter um papel muito importante na prevenção da propagação da doença: vacinar-se, proteger-se, não sobrecarregar as urgências a não ser que seja estritamente necessário e ter cuidado para não contaminar os outros.