País

Conferência sobre futuro do Infarmed cancelada

Uma conferência sobre o futuro do Infarmed prevista para quarta-feira foi cancelada por motivos alheios aos organizadores, que consideram que não há condições de momento para um debate sério e uma análise ponderada.

A Associação Portuguesa de Engenharia e Gestão da Saúde - APEG Saúde estava a promover uma conferência com o tema "Infarmed - O que pode e deve ser?", que se devia realizar em Oeiras na quarta-feira, e que contaria com a participação do coordenador do grupo de trabalho para a avaliação dos cenários de deslocalização da Autoridade do Medicamento (Infarmed) para o Porto, Henrique Luz Rodrigues.

"Lamentamos informar que por motivos inesperados de oportunidade e alheios à nossa vontade, não se realizará a sessão "Infarmed - O que pode e deve ser?", que estava prevista para amanhã, dia 24 de janeiro de 2018", escreve a APEG Saúde no seu site da internet.

"O debate sério, a troca de ideias, a análise ponderada de argumentos, a reflexão serena sobre caminhos a seguir e opções estratégicas necessárias, não são oportunas e resultam impossíveis de momento", acrescenta.

A Associação refere ainda que fica com a dúvida de "quando e onde seria oportuno" esse debate.

A agência Lusa contactou o presidente da direção da APEG Saúde, Carlos Tomás, mas até ao momento não foi possível esclarecer os motivos do adiamento.

Contactado também pela Lusa, Henrique Luz Rodrigues disse apenas que já tinha tido conhecimento do cancelamento da conferência.

O anúncio de transferir a sede do Infarmed de Lisboa para o Porto, feito pelo ministro da Saúde no final do ano passado, gerou polémica e controvérsia, com a esmagadora maioria dos trabalhadores do instituto a afirmarem de imediato que não tencionavam aceitar a transferência.

Lusa

  • Aldeia de Roberto Leal recebe notícia da morte com consternação
    2:02