País

Stop vai processar Ministério por "avaliação fraudulenta" dos alunos

Stop vai processar Ministério por "avaliação fraudulenta" dos alunos

O Sindicato de Todos os Professores (Stop) garante que tem provas de "avaliações fraudulentas" em algumas escolas da Grande Lisboa e da Beira Interior. Assegura que há alunos que receberam, de forma automática, as mesmas notas que tiveram no segundo período. O sindicato vai, por isso, processar o Ministério da Educação. O gabinete de Tiago Brandão Rodrigues nega qualquer tipo de ilegalidade.