País

Belém desmente Catarina Martins no meio da polémica com prédio de Robles

Belém desmente Catarina Martins no meio da polémica com prédio de Robles

O Bloco de Esquerda responde ao desmentido de Belém lembrando que a lei sobre o direito de preferência já foi aprovada no Parlamento e cabe aos serviços da Assembleia enviá-la ao Presidente da República para promulgação. A Presidência negou, no sábado, que haja qualquer diploma a aguardar promulgação, depois de Catarina Martins ter associado as notícias sobre Ricardo Robles ao diploma que, segundo o BE, põe em causa interesses imobiliários.

  • "Aqui podia morar gente"
    1:59

    País

    O prédio em Alfama do vereador da Câmara de Lisboa, Ricardo Robles, foi vandalizado. A tinta spray foi desenhado o logótipo do Bloco de Esquerda e escrita a frase "Aqui podia morar gente", o mesmo slogan que o partido inscreveu em prédios devolutos da capital. Ricardo Robles está desde sexta-feira no centro de uma polémica após ter comprado o imóvel por 350 mil euros e depois tentado vendê-lo por mais de 5 milhões.

  • "Ricardo Robles explicou tudo o que tinha a explicar"
    2:55

    País

    Catarina Martins considera inatacável a conduta do vereador bloquista de Lisboa na questão do imóvel de que é coproprietário. A coordenadora do Bloco de Esquerda sublinha que Ricardo Robles fez o que o partido defende que devia ser feito e muito antes de haver qualquer notícia sobre o assunto.

  • Prédio de Ricardo Robles foi vandalizado

    País

    A fachada do imóvel de que o vereador bloquista de Lisboa é coproprietário em Alfama foi este sábado grafitada com um slogan do próprio partido: "Aqui podia morar gente". Ricardo Robles está no centro de uma polémica depois de ser revelado que o prédio que comprou por cerca de 350 mil euros esteve à venda por 5,7 milhões.

  • Doente deitada no chão do hospital?
    2:20