País

Professores vão ter faltas injustificadas se fizerem greve

Os professores vão ter faltas injustificadas se fizerem greve na próxima semana, avisa o Ministério da Educação. A Fenprof reiterou a legalidade do pré-aviso de greve convocada pelos sindicatos a partir da próxima segunda-feira e até 31 de dezembro, a todo o trabalho extraordinário dos professores e convocou para as 11h00 de hoje uma conferência de imprensa.

Numa nota enviada aos sindicatos, o Ministério da Educação considera a paralisação ilegítima porque o pré-aviso de greve não foi entregue com uma antecedência de dez dias.

A Fenprof diz que a greve é para manter e que vai processar o ministro da Educação por considerar a nota emitida inconstituconal e antidemocrática.

A greve começa na segunda-feira e pode terminar no final do ano letivo, avisam os professores.

  • Karl Lagerfeld, o estilista que dizia às modelos para irem para conventos
    2:26
  • Interdição do Estádio da Luz em destaque no Tempo Extra
    0:33