País

Autarcas de Oeiras e Amadora criticam falta de serviços mínimos na greve dos comboios

Autarcas de Oeiras e Amadora criticam falta de serviços mínimos na greve dos comboios

Os trabalhadores do setor ferroviário fazem greve sexta-feira. Uma paralisação de 24 horas que não tem serviços mínimos nem transportes alternativos garantidos.

O presidente da Câmara de Oeiras, Isaltino Morais, prevê um dia de caos no concelho para milhares de pessoas. A autarca da Amadora, Carla Tavares, critica a decisão de não decretar serviços mínimos.

  • Reclusos divulgam mais um vídeo a partir da cadeia de Paços de Ferreira
    1:45