País

Fenprof em desfile do Ministério à Presidência do Conselho de Ministros

ANTÓNIO PEDRO SANTOS

Novo protesto surge dois dias após o falhanço das negociação com o Governo

A Fenprof promove hoje um desfile do Ministério da Educação à Presidência do Conselho de Ministro para, mais uma vez reivindicar a recuperação do tempo de serviço congelado, num total de nove anos, quatro meses e dois dias e medidas relacionadas com o combate à precariedade, horário de trabalho e aposentação.

No protesto, os professores pretendem oferecer "prendas" durante a reunião do Conselho de Ministros, na forma de caixas vazias, "tão vazias como as medidas tomadas pelo Governo em relação a aspetos como aposentação, combate à precariedade, horários de trabalho e tempo de serviço".

Um novo protesto que acontece dois dias depois de professores e ministério da Educação terem falhado o acordo sobre esta matéria e um dia depois dos professores lançarem um ultimato ao Governo e ameaçarem bloquear ano letivo.