País

Costa acusa direita de estar presa ao passado

Costa acusa direita de estar presa ao passado

As críticas do primeiro-ministro aos candidatos da oposição às Europeias.

António Costa defende que as eleições europeias, que se realizam em maio, são viradas para o futuro e acusa os candidatos da direita de estarem presos ao passado.

As afirmações foram feitas hoje , em Leiria, no âmbito de um encontro organizado pela Juventude Socialista, na mesma altura em que, em entrevista ao jornal Público, o primeiro-ministro alerta que a Europa não pode pensar que está sozinha, como se estivesse no final do século XIX, de costas voltadas para países como os Estados Unidos ou a China, por exemplo.