País

PSP intensifica fiscalização junto às escolas até ao final do ano letivo

Operação "final do ano letivo 2018/2019" vai decorrer até 21 de junho em todo o país com alguns delitos sob atenção especial da polícia.

A Polícia de Segurança Pública vai reforçar a partir de hoje a presença junto das escolas através da realização de ações de sensibilização e de fiscalização à venda e consumo de bebidas alcoólicas a menores.

A operação "final do ano letivo 2018/2019" vai decorrer até 21 de junho em todo o país e tem como objetivo aumentar o sentimento de segurança junto da comunidade escolar através da realização de ações de sensibilização e de fiscalização a ilícitos criminais, refere a PSP.

Aquela polícia destaca que a operação terá como "especial enfoque" a fiscalização ao regime de disponibilização, venda e consumo de bebidas alcoólicas, especificamente a menores.

Nesse sentido, os vários comandos metropolitanos, regionais e distritais da PSP vão reforçar a missão de segurança, prevenção da criminalidade e delinquência no interior e imediações dos estabelecimentos de ensino, bem como nos percursos casa-escola-casa.

Segundo a PSP, esta missão vai ser desenvolvida em primeira linha pelas equipas do programa Escola Segura e simultaneamente pelas restantes valências da Polícia de Segurança Polícia, como carros patrulha, equipas de intervenção rápida, brigadas de investigação criminal e trânsito.

Os ilícitos em ambiente escolar diminuíram 9,1% no ano letivo 2017-2018 face ao ano letivo anterior, totalizando 6.422 ocorrências segundo o Relatório Anual de Segurança Interna (RASI) de 2018.

Segundo o RASI, ofensas à integridade física, injúrias e ameaças e furtos representam a maior das ocorrências registadas dentro e fora das escolas, mas há ainda duas ameaças de bomba, 55 registos de posse ou uso de arma, 110 por consumo ou posse de estupefacientes e 120 por ofensas sexuais.