País

Novos aviões KC-390 também servem para combate aos incêndios

Começam a chegar a partir de 2023, explicou o ministro da Defesa.

O Ministério da Defesa já tem autorização para comprar cinco novos aviões KC-390 para a Força Aérea.

A medida foi aprovada esta quinta-feira em Conselho de Ministros.

Os aparelhos vão substituir os atuais C-130, uma frota já com 40 anos e que está no limite de idade. Fabricados pela brasileira Embraer, os aviões vão custar 827 milhões de euros.

Servem para transportar pessoas e mercadorias, para operações de busca e salvamento ou mesmo para o combate a incêndios.

  • 0:40
  • Investir agora na infância para poupar no futuro

    Desafios da Mente

    Assegurar o desenvolvimento saudável de todas as crianças é essencial para as sociedades que procuram alcançar o seu pleno potencial sanitário, social e económico. A prevenção da adversidade precoce deve ser uma preocupação diária e não apenas assunto no mês de abril, mês Internacional da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância. Os Governos, as famílias, as comunidades e as organizações devem ser envolvidas a fim de alcançar estes objetivos.