País

Vinte concelhos de seis distritos em risco máximo de incêndio

(Arquivo)

Todo o país apresenta risco muito elevado de exposição à radiação UV

Vinte concelhos dos distritos de Faro, Portalegre, Santarém, Castelo Branco, Leiria e Guarda apresentam hoje risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O IPMA colocou em risco máximo de incêndio os concelhos de Castro Marim, Tavira, Alcoutim, São Brás de Alportel, Loulé, Silves e Monchique (Faro), Gavião, Nisa e Marvão (Portalegre), Ferreira do Zêzere, Sardoal, Abrantes e Mação (Santarém).Também os concelhos de Penamacor, Vila de Rei, Proença-a-Nova e Vila Velha de Ródão (Castelo Branco), além de Sabugal (Guarda) e Alvaiázere (Leiria) estão com o grau mais elevado de risco de incêndio.

O Centro Interior do país também apresenta, de acordo com o instituto, um risco elevado de incêndio, assim como o distrito de Beja, mais a Sul

O risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de "reduzido" a "máximo", sendo o "elevado" o terceiro nível mais grave.

Os cálculos para este risco são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Para hoje, o IPMA prevê céu geralmente limpo e subida da temperatura, além de vento moderado a forte, sobretudo no litoral.As temperaturas deverão oscilar entre os 24º no porto e Aveiro e os 36º em Évora, sendo que toda a zona interior do continente ultrapassará os 30 graus.Na Madeira, a temperatura rondará os 27 a 28º, enquanto os Açores oscilam entre os 25 e os 28º.

  • O Milagre de Jesus
    25:48