País

Paulo Rangel saúda escolha de Elisa Ferreira para comissária e destaca competência

Rangel diz também que Elisa Ferreira pode "ter uma boa pasta como a economia, o ambiente ou desenvolvimento regional".

O eurodeputado do PSD Paulo Rangel saudou hoje a escolha de Elisa Ferreira para comissária europeia considerando-a uma pessoa experiente, competente e com rede europeia.

"Saúdo a escolha de Elisa Ferreira para comissária. Experiente, competente e com rede europeia. Também por ser a primeira mulher portuguesa", disse hoje Paulo Rangel numa mensagem na rede social Twitter.

Paulo Rangel destaca também que Elisa Ferreira pode "ter uma boa pasta como a economia, o ambiente ou desenvolvimento regional".

O primeiro-ministro, António Costa, escolheu a ex-ministra Elisa Ferreira para comissária europeia e já o comunicou à nova presidente da comissão, disse hoje a agência Lusa fonte oficial do seu gabinete.

"O primeiro-ministro comunicou à presidente eleita da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, o nome de Elisa Ferreira para integrar o colégio de Comissários da próxima Comissão Europeia", afirmou à Lusa fonte oficial do gabinete de António Costa.

Segundo a mesma fonte, oportunamente a presidente eleita da Comissão Europeia comunicará a pasta atribuída à futura comissária portuguesa.

Elisa Ferreira foi ministra dos governos chefiados por António Guterres, primeiro do Ambiente, entre 1995 e 1999, e depois do Planeamento, entre 1999 e 2002, e ocupa, desde setembro de 2017, o cargo de vice-governadora do Banco de Portugal.

Elisa Ferreira sucederá a Carlos Moedas, que foi comissário indicado pelo anterior governo PSD/CDPP.

Carlos Moedas teve a seu cargo a pasta da Investigação, Ciência e Inovação e foi nomeado em novembro de 2014.

Lusa