País

Pais da bebé Matilde vão esclarecer polémica com uso dos donativos

https://www.facebook.com/Matilde-uma-beb%C3%A9-especial-320629462202840/

Carla Martins e Miguel Sande, os pais da bebé a quem nesta terça-feira foi ministrado o medicamento Zolgensma, irão esta quinta-feira “esclarecer” questões que têm sido levantadas sobre a gestão dos €2,5 milhões de donativos que receberam

Os pais da bebé Matilde vão nesta quinta-feira realizar, em Queluz, uma conferência de imprensa, “de forma a esclarecer questões” que têm sido levantadas na últimas horas, relacionadas com a gestão que Carla Martins e Miguel Sande estão a fazer dos donativos que receberam para custear o tratamento da filha.

Matilde sofre da forma mais grave de atrofia muscular espinal, enfermidade cujo tratamento está estimado, atualmente, em dois milhões de euros. Mercê da doação de particulares e instituições, terão sido angariados cerca de €2,5 milhões.

Entretanto, o Serviço Nacional de Saúde decidiu pagar o tratamento de Matilde (e de outra criança, Natália). O fármaco foi na terça-feira administrado às duas meninas, no Hospital de Santa Maria, em Lisboa. Entretanto, segundo o "Jornal de Notícias", Matilde e Natália já tiveram alta nesta quarta-feira.

Com o Estado a assumir a despesa do tratamento, algo que já se sabe desde há algum tempo, colocou-se a questão do destino do donativo em causa. Os pais haviam já informado que parte do dinheiro servirá para pagar necessidades de famílias de outras crianças com a mesma doença.

Já na manhã desta quarta-feira, com a filha ainda internada, e na sequência do que foi noticiado pelo "Correio da Manhã", os pais de Matilde colocaram no seu Facebook a seguinte declaração: "Os donativos continuam na conta da Matilde, esta conta foi aprovada pelo MAI e a sua utilização é monitorizada, ainda não sabemos quanto vamos precisar para a Matilde agora nem no futuro... mas ainda assim e em sofrimento começámos a contactar outras mães e começámos a ajudar".

Na tarde desta quarta-feira, a mãe da bebé, Carla Martins, disse ao Expresso que “face ao que tem sido publicado” a família decidiu “fazer uma conferência de imprensa, de forma a esclarecer algumas questões quem têm sido levantadas”. O encontro com os jornalistas terá lugar às 16 horas.