País

Investigadores de oncologia pediátrica sem meios e dinheiro para trabalhar

Investigadores de oncologia pediátrica sem meios e dinheiro para trabalhar

É a conclusão de um inquérito apresentado hoje na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.

Mais de metade dos investigadores que trabalham em oncologia pediátrica em Portugal não têm fundos nem meios logísticos suficientes para trabalhar por isso, os pais das crianças consideram as investigações insuficientes. Os resultados foram obtidos através de um inquérito apresentado hoje na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.

  • “Falso testemunho”: o quarto episódio do “Vidas Suspensas”
    29:04