País

Pais de utentes do Kastelo defendem a direção técnica

Pais de utentes do Kastelo defendem a direção técnica

SIC revelou relatório da Entidade Reguladora da Saúde que deteta várias irregularidades na unidade pediátrica.

Um grupo de pais das crianças seguidas no Kastelo diz que em causa estão interesses políticos e defendem a diretora técnica. A inspeção da Entidade Reguladora da Saúde (ERS), realizada em dezembro do ano passado detetou problemas, por exemplo, no registo e administração da medicação, na gestão de resíduos hospitalares, na desinfeção de dispositivos médicos e no controlo e prevenção de infeções.

As denúncias feitas ao regulador e ao Ministério Público relatam casos de negligência e maus tratos às crianças e abuso de poder por parte da direção da unidade pediátrica.

Depois da inspeção, a ERS recomendou a suspensão da autoridade de funcionamento do Kastelo. A unidade tem agora um prazo para retificar as inconformidades.

A Entidade Reguladora da Saúde não esclarece quando é que haverá uma decisão final sobre este processo, que está em fase de deliberação e não implica alterações no normal funcionamento da unidade.

A Administração Regional de Saúde do Norte está a acompanhar o caso. A Enfermeira Teresa Tavares recusou o pedido de entrevista da SIC mas adianta que as irregularidades estão retificadas. Quanto à queixa apresentada ao Ministério Público, diz que está a ser alvo de mentiras e que não conhece o conteúdo do documento.