País

Não devem ser os motoristas a fazer a fiscalização nos transportes públicos

Não devem ser os motoristas a fazer a fiscalização nos transportes públicos

Defende Carlos Humberto Carvalho, da Comissão Executiva Metropolitana de Lisboa.

A Comissão Executiva Metropolitana de Lisboa admite não ser possível ter um fiscal em cada autocarro, cada comboio ou viagem de barco.

Para Carlos Humberto Carvalho os motoristas não têm de fazer o papel de fiscal, mas podem cooperar e chamar as forças de segurança.

ACOMPANHE AQUI AS ÚLTIMAS INFORMAÇÕES SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

ESPECIAL CORONAVÍRUS