País

Novos detidos pela morte do jovem Giovani Rodrigues têm entre 24 e 32 anos 

Estudante morreu em dezembro, depois de 10 dias em coma.  

A Polícia Judiciária deteve mais três suspeitos de envolvimento na morte do estudante cabo-verdiano Giovani Rodrigues, vítima de agressões na noite de Bragança, em dezembro passado.

Desde janeiro que se encontram em prisão preventiva três dos primeiros cinco detidos porque, entretanto, dois passaram para prisão domiciliária.

Veja também: