País

Debate do estado da nação adiado para sexta-feira a pedido do primeiro-ministro

RODRIGO ANTUNES

António Costa deveria ter regressado a Lisboa no domingo, mas o impasse nas negociações prolongou a cimeira de líderes europeus.

O debate sobre o estado da nação, previsto para quarta-feira no parlamento, foi adiado por dois dias para sexta-feira de manhã, disseram à Lusa fontes parlamentares.

Os partidos com assento parlamentar, acrescentaram as mesmas fontes, foram informados hoje à tarde desta alteração da agenda e deram a sua anuência ao pedido de adiamento feito pelo Governo.

O debate do estado da nação, com que a Assembleia da República encerra o ano parlamentar desde 1993, começa às 09:30 de sexta-feira.

"Face ao prolongamento dos trabalhos do Conselho Europeu, solicitou o Sr. primeiro-ministro ao Sr. Presidente da Assembleia da República que se pudesse alterar a data do debate do Estado da Nação para a próxima sexta-feira, dia 24, com início às 9h30", lê-se, no e-mail dirigido a grupos parlamentares, a que a Lusa teve acesso.

O Expresso "on-line", que avançou com a notícia, afirma que este pedido se relaciona com o Conselho Europeu, em Bruxelas, em participa o primeiro-ministro, António Costa, e que decorreu este fim de semana e poderá terminar apenas na terça-feira.

António Costa deveria ter regressado a Lisboa no domingo, mas o impasse nas negociações prolongou a cimeira de líderes europeus.

A agenda da semana da Assembleia da República, a última antes das férias de verão, inclui na quinta-feira uma "maratona" de votações de projetos e de propostas de lei, que serão ultimadas, na especialidade, na terça-feira.