País

Onda de indignação devido à morte de dezenas de cães e gatos no incêndio em Santo Tirso

Onda de indignação devido à morte de dezenas de cães e gatos no incêndio em Santo Tirso

As imagens podem impressionar.

Dezenas de populares e elementos ligados às associações de defesa dos animais resgataram cerca de uma centena de cães que conseguiram escapar ao incêndio da Serra da Agrela, na confluência dos concelhos de Valongo, Paços de Ferreira e Santo Tirso.

Ainda assim, morreram dezenas de cães e gatos no fogo deste domingo.

Para esta noite está marcada uma vigília para exigir uma investigação ao que aconteceu no abrigo de animais.


Voluntários arrombam portão e resgatam animais de abrigo de Santo Tirso

Durante a noite, dois abrigos de animais de Santo Tirso foram atingidos pelas chamas do fogo que deflagrou em Valongo.

Estariam nestes abrigos cerca de três centenas de animais e num deles, as associações de salvamento de animais foram impedidas de atuar, por se tratar de uma propriedade privada.

INCÊNDIO: CÂMARA DE SANTO TIRSO CONFIRMA MORTE DE 54 ANIMAIS

A Câmara Municipal de Santo Tirso lamentou este domingo a morte de 54 animais, 52 cães e dois gatos, num abrigo atingido pelo incêndio que deflagrou no concelho vizinho de Valongo.

Num comunicado divulgado no site, a autarquia afirma que realizou todos os esforços para salvaguardar a vida dos animais, não se podendo sobrepor às entidades que coordenavam as operações no terreno.