País

Câmara de Amarante promoveu eventos sem contratos assinados

PS de Amarante critica a atuação da autarquia.

A Câmara de Amarante promoveu uma série de eventos sem ter contratos assinados. O princípio viola o Código da Contratação Pública, mas o presidente da Câmara garante que tudo foi feito dentro da lei. O PS de Amarante, na oposição, pede explicações.

Em setembro de 2018, o presidente da Câmara de Amarante sentou-se na primeira fila a assisitir ao 4.º Festival Internacional de Jovens Pianistas, mas o contrato com a empresa promotora do evento, no valor de 8.600 euros, só foi celebrado em março deste ano.

No passado mês de julho, a autarquia contratou serviços de promoção do concelho na imprensa local, no valor de 18 mil euros, serviços esses que foram prestados em 2019.

Estes são dois exemplos que constam da plataforma eletrónica da contratação pública e que levantam dúvidas aos socialistas de Amarante.