País

Linha azul do metro de Lisboa interrompida após desabamento

MÁRIO CRUZ

Há 4 feridos a registar.

Quatro feridos. Linha azul interrompida durante 2 dias

A linha azul do metro de Lisboa foi hoje interrompida depois de um desabamento na Praça de Espanha. Seguiam 300 pessoas a bordo.

Há pelo menos quatro feridos a registar, três passageiros e um segurança do metro, anunciou a Câmara de Lisboa.

Os feridos, todos ligeiros, foram transportados para o hospital.

O desabamento terá ocorrido numa zona de obras. A Praça de Espanha está a ser alvo de uma intervenção profunda há vários meses.

A linha azul está interrompida desde as 14:23 e assim vai permanecer durante os próximos dois dias, assegurou à SIC o vereador da Câmara de Lisboa, Carlos Brito de Castro, que diz que não estão reunidas as condições para a reabertura do túnel.

Erro técnico poderá estar na origem do desabamento

Questionado sobre a origem do desabamento, Carlos Brito de Castro disse que, numa primeira análise, tudo "aponta para erro técnico". Sublinha ainda que a investigação vai revelar todos os detalhes do que aconteceu no túnel do metro.

"Estamos debaixo de terra. Ficamos sempre em pânico"

Uma passageira do metro de Lisboa contou à SIC o que aconteceu no momento em que a carruagem foi atingida.