País

"Porta Solidária" precisa de mais voluntários para dar resposta aos pedidos de ajuda alimentar

Na Igreja do Marquês, no Porto, todos os dias são servidas mais de 500 refeições.

Por causa da pandemia, não param de aumentar os pedidos de ajuda alimentar.

No Porto, o projeto "Porta Solidária" precisa de mais voluntários e de mais donativos para dar resposta ao crescimento de casos de probreza.

Quando rebentou a pandemia, o projeto "Porta Solidária", criado em 2009, passou a funcionar em regime de take-away. Desde março já serviu mais de 85 mil refeições no valor de quase 350 mil euros.