País

Lar de Bragança com 27 utentes e seis funcionários positivos assintomáticos

O número de casos de infeção pelo novo coronavírus disparou nas últimas semanas no distrito de Bragança.

O lar de idosos da Santa Casa da Misericórdia de Bragança tem 27 utentes e seis funcionários que testaram positivo para a infeção pelo novo coronavírus, sendo que “todos se encontram assintomáticos”.

A informação foi avançada hoje à Lusa pelo responsável máximo municipal da Proteção Civil e presidente da Câmara de Bragança, Hernâni Dias, que promoveu durante a manhã uma reunião de emergência para analisar a situação.

“Tivemos conhecimento de um surto num dos lares da Santa Casa da Misericórdia de Bragança com 27 utentes e seis funcionários positivos entre os 166 utentes e 45 funcionários da instituição”, concretizou.

Segundo disse, os casos positivos “estão todos assintomáticos” e, depois de já terem sido realizados “cerca de 80 testes”, foi decidido “testar toda a instituição”.

O responsável pela Proteção Civil municipal indicou que está a ser avaliado “se existem condições" para todos os utentes, positivos e negativos, permanecerem no local e se a instituição têm condições para tratar separadamente os mesmos.

Caso se conclua não existirem essas condições, Hernâni Dias afirmou que irá ser encontrada “uma solução alternativa”, sem adiantar possibilidades até haver conclusões.

O número de casos de infeção pelo novo coronavírus disparou nas últimas semanas no distrito de Bragança, com mais de 700 positivos e 28 mortes associadas à covid-19.

Portugal com 1.971 mortes e 75.542 casos de Covid-19

A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou esta quarta-feira a existência de um total de 1.971 mortes e 75.542 casos de covid-19 em Portugal desde o início da pandemia.

O número de mortes subiu de 1.963 para 1.971, mais 8 do que na terça-feira.

O número de infetados aumentou de 74.717 para 75.542, mais 825 que na terça-feira.

Mais de 1 milhão de mortos e 33,7 milhões de infetados

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão de mortos e mais de 33,7 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Links úteis

Mapa com os casos a nível global