País

Portugal recebeu no Vaticano os símbolos da Jornada Mundial da Juventude

O maior evento organizado pela Igreja Católica vai decorrer em Lisboa em 2023.

Portugal recebeu hoje, na missa presidida pelo Papa Francisco, no Vaticano, os símbolos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que Lisboa acolhe em 2023, e que devem até lá percorrer as dioceses portuguesas e países de língua portuguesa.

A entrega dos símbolos, a Cruz Peregrina, com 3,8 metros de altura, e a réplica do ícone de Nossa Senhora 'Salus Populi Romani', que retrata a Virgem Maria com o Menino nos braços, deveria ter acontecido em abril, mas devido à pandemia de covid-19 foi adiada, tendo acontecido durante a celebração realizada na Basílica de São Pedro e que foi concelebrada, entre outros, pelos cardeais portugueses Tolentino Mendonça e Manuel Clemente.

O ato, que constitui "o pontapé de saída" para a JMJ de Lisboa, em 2023, foi marcado pelo anúncio do Papa de que o Dia Mundial da Juventude passará a ser celebrado nas dioceses de todo o mundo no Dia de Cristo Rei e não no Domingo de Ramos, como até aqui.